quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Correr contra o tempo

Como já comentei aqui e muitos de vocês já devem ter passado por isso também, há momentos de espera, mas há também momentos de “correr contra o tempo”. Esta fase geralmente vem após os momentos de espera e a sensação que dá é que, nesse período, tudo ocorre ao mesmo tempo. Parece que houve uma louca combinação do destino e tudo (ou quase tudo) que tinha que acontecer em sua vida desenrola-se no mesmo período. Aí uma série de perguntas assolam a mente: como fazer tudo ao mesmo tempo? O que priorizar? Como organizar e fazer com qualidade tantas coisas? Como não se afogar no meio de tanto trabalho?
Nas primeiras vezes em que isso aconteceu comigo, fiquei meio perdida e até um pouco desesperada; mas, com o tempo, percebi que isso parece ser algo relativamente comum (eu diria até inevitável) e que a melhor forma de lidar com isso não é se desesperar ou ficar com medo de se “afogar” nos afazeres, e sim, elaborar um cronograma, nem que seja um cronograma mental (às vezes, o tempo é TÃO curto que uso este tipo mesmo, mas um cronograma no computador ou mesmo no papel é muito melhor), do que deve ser feito primeiro e tentar organizar a execução das tarefas da forma mais coerente e com o menor gasto de tempo possível. Assim, à medida que você vai concluindo as tarefas, você vai “ ticando” ou marcando-as como realizadas e, após uma boa maratona de trabalho, você se dará conta de que tudo foi feito e que você pode, pelo menos momentaneamente, respirar aliviado até começar outro ciclo de esperas seguido de outro de correria. <3

Diana Scarpine

Nenhum comentário:

Postar um comentário